Postagem em destaque

Atrofia cultural

O cartunista  Miguel Paiva  afirma que a cultura brasileira segue ameaçada. Ele diz: “um país como o Brasil não pode ser entregue a ini...

terça-feira, 5 de junho de 2018

Noel Rosa foi o primeiro sambista a retratar com admiração a figura de um homossexual


Noel Rosa excursionava com o grupo Ases do Samba para uma série de apresentações no Sul do País em abril de 1932. O quinteto era formado por Noel, os cantores Francisco Alves e Mário Reis, o pianista Romualdo Peixoto (conhecido como Nonô) e o bandolinista Peri Cunha. Em Porto Alegre, o sambista mostrou uma canção nova para Mário Reis. Era algo diferente no ritmo, no andamento, e, principalmente, nos versos. Mulato Bamba retratava a vida de um homossexual malandro do morro do Salgueiro.
O sambista pediu para o cantor não mostrar a composição para Francisco Alves, que tinha o hábito de assinar sambas não feitos por ele em troca de uma boa gratificação financeira. Noel queria que Mário gravasse a música. E assim foi feito. A canção se tornou sucesso imediato devido a seu tema inédito. “O samba entraria para a história como o primeiro na música popular brasileira a tratar com tolerância, simpatia e até com admiração um personagem que a sociedade então marginalizava e a polícia, nas zonas boêmias do Rio, perseguia”, explica João Máximo, co-autor do livro Noel Rosa – Uma biografia.
A letra é inspirada em vários homossexuais que Noel conhecia, explica Máximo. Entre eles, Madame Satã, o lendário e valentão transformista da Lapa. Seja como for, o personagem retratado em Mulato Bamba era um sujeito que fazia as mulheres – inutilmente – suspirar por ele: E quando tira um samba é novidade / Quer no morro ou na cidade / Ele sempre foi o bamba / As morenas do lugar / Vivem a se lamentar / Por saber que ele não quer / Se apaixonar por mulher…
Mulato Bamba
(De: Noel Rosa)
Intr.: Eb Gm Bbm6/Db C7 Fm Abm6/Cb Bb7 Eb Ab/C Eb
Bb7           Eb
Este mulato forte é do Salgueiro
Eb6   Eb/G    Ebm6/Gb  Bb7/F Bb7
Passear no tintureiro era  o seu     esporte
Bb/Ab           G7
Já   nasceu com sorte
Cm                 Am7(b5)   Gm
E desde pirralho vive à custa do      baralho
A7  D7    Gm     Bb(#5)
Nunca viu    trabalho
Bb7         Eb
E quando tira samba é novidade
Eb7                    Ab
Quer no morro ou na cidade, ele sempre foi o bamba
C7     Fm         Abm6                 Eb
As morenas do lugar  vivem a se lamentar
D7  Db7  C7              F7
Por sa…ber que ele não quer
Bb7       Eb   Ab/C
Se apaixonar por mulher
Eb    Fm   Bb7     Eb   Eb/Db
O mulato    é de fato
C7   C/Bb  F7/A         Bb7    Eb
E sabe fazer frente a qualquer valente
Eb/Db    Ab/C   Abm/Cb   Eb/Bb
Mas  não quer saber   de fita
C7        F7   Bb7  Eb
Nem com mulher bo…nita
Bb7        Eb
Sei que ele anda agora aborrecido
Eb6   Eb/G     Ebm6/Gb Bb7/F Bb7
Porque vive perseguido sempre a toda    hora
Bb/Ab         G7
Ele  vai-se embora
Cm                Am7(b5)  Gm
Para se livrar do feitiço e do      azar
A7   D7     Gm  Bb(#5)
Das more…nas de lá
Eb                   Bb7          Eb
Eu sei que o morro inteiro vai sentir
Eb7                       Ab
Quando o mulato partir dando adeus para o Salgueiro
C7     Fm           Abm6                      Eb
As morenas vão chorar, vão pedir pra ele voltar
D7  Db7  C7             F7
Ele en…tão diz com desdém:
Bb7        Eb     Ab/C Eb
”Quem tudo quer, nada tem!”
Fonte Brasil Cultura

Aberto processo seletivo para Escola de Dança Teatro Guaíra


Estão abertas até o dia 15 de junho as inscrições para o processo seletivo da Escola de Dança Teatro Guaíra. No segundo semestre, serão oferecidas 35 vagas remanescentes para crianças e adolescentes. Haverá provas práticas de Dança Clássica no dia 9 de julho, níveis básico, intermediário e adiantado. As vagas serão preenchidas de acordo com o nível técnico dos candidatos, que serão avaliados por uma banca examinadora. A documentação deve ser entregue na secretaria da EDTG ou postada pelo correio até dia 13 de junho.
Escola de Dança Teatro Guaíra
A EDTG foi fundada em 1956 com o objetivo de formar os futuros bailarinos do Balé Teatro Guaíra. É uma instituição pública, mantida pelo Governo do Estado do Paraná, e oferece os seguintes cursos: infantil, juvenil, Formação do Artista Bailarino e Curso Técnico em Dança. Em 2017, a escola apresentou no Guairão o espetáculo “A Bela e a Fera”, com a participação de 230 alunos. O público estimado para o ano foi de 35 mil espectadores em todas as atividades propostas.

Serviço:
Processo Seletivo 2018 Escola de Dança teatro Guaíra
Inscrições: de 4 a 15 de junho
Provas práticas: 9 de julho
Documentação para a inscrição:
– 2 (duas) cópias do Formulário de inscrição/comprovante de ensalamento preenchido corretamente;
– Certidão de nascimento;
– Documento de Identidade com foto do candidato
Entrega de documentação: Centro Cultural Teatro Guaíra –  Rua Amintas de Barros s/n – Curitiba, Centro – A/C – EDTG – Escola de Dança Teatro Guaíra
As inscrições de candidatos menores de 16 anos, devem ser efetuadas pelo representante legal do candidato ou por terceiros, que assumam a responsabilidade pelas informações prestadas no ato da inscrição.

Saiba mais: goo.gl/D5ijgW
Fonte: CCTG