Postagem em destaque

A hora e a vez de lutar pelo Fundeb

Prestes a vencer, programa imprescindível para educação básica no país precisa ser reeditado com melhorias Programa fundamental para ed...

quarta-feira, 17 de julho de 2019

EDUARDO VASCONCELOS, PRESIDENTE DO CPC/RN ELOGIA APROVAÇÃO DO PROJETO DE LEI QUE GARANTE CONTRATAÇÃO DE 30% DE ARTISTAS LOCAIS EM EVENTOS

Deputado Estadual, ALLYSSON BEZERRA


Nobre Deputado, ALLYSSON BEZERRA, nosso abraço!

Parabenizamos-lhe pelos constantes apresentações de importantes projetos no plenária da Assembleia e principalmente pelas respectivas aprovações por unanimidade pelos seus pares. ( https://centropotiguardecultura.blogspot.com/2019/07/projeto-de-lei-que-garante-contratacao.html - )

Projeto de lei que garante contratação de 30% de artistas locais em eventos é aprovado na AL - Autoria do Deputado, ALLYSON BEZERRA


Parabéns, mesmo!  Conte conosco!

Saudações culturais,

EDUARDO VASCONCELOS
Presidente do CENTRO POTIGUAR DE CULTURA - CPC/RN e Coordenador da Comissão em Defesa dos Campus da UERN e UFRN na Região do Agreste Potiguar
(84) 98804 6338 - 98101 7222 - Waltsap

BIPARTIDARISMO NA DITADURA MILITAR

No processo eleitoral vigente, diversos partidos prometem atender os princípios de diferentes causas sociais e princípios ideológicos. Entretanto, cada vez mais, os eleitores vêem deixando a questão partidária de lado para escolherem aquele candidato que melhor represente os interesses pessoais do cidadão, respondendo de forma imediata a demanda específica do momento. Apesar de ser um problema contemporâneo, a livre associação ainda é considerada o sustentáculo da nossa democracia.
Esse cenário atualizado de nossa situação política pode ser uma interessante questão a ser abordada em sala de aula pelos alunos durante as aulas sobre a Ditadura Militar. Muitas vezes, a valorização do autoritarismo e da opressão exercidas dentro desse regime ofusca do olhar dos alunos algumas particularidades históricas que podem ser trabalhadas como forma de compreender melhor esse período e estabelecer um olhar crítico sobre nossa situação atual.
Para isso, o professor pode utilizar os Atos Institucionais que reorganizaram a política nacional durante a Ditadura como fonte de análise histórica. Nesse caso, a compilação de alguns artigos do AI-2 e AI-4 podem ajudar imensamente o aluno a compreender melhor esse período com a leitura e a interpretação de alguns itens concernentes ao regime político-partidário brasileiro entre as décadas de 1960 e 1980. Se o tempo de aula permitir, o professor pode ainda tentar destacar de que maneira os partidos se organizavam antes do golpe militar.
Depois de realizar a leitura desses documentos, o professor pode salientar que muitos livros didáticos e historiadores diziam que o bipartidarismo no Brasil serviu para que existisse uma “fachada democrática” no país. Entretanto, seria muito interessante mostrar quais as contribuições dadas pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), partido de oposição ao regime, para que o governo militar e o regime democrático pleno fosse restabelecido no país.
Com isso, apesar de admitir que o campo de atuação política do MDB era extremamente limitado, o professor pode assinalar seu importante papel, principalmente, com o fim do “milagre econômico”. Em tal contexto, o professor pode assinalar como durante as eleições de 1974, o partido utilizou a campanha presidencial da época para denunciar as injustiças promovidas pela ditadura e conclamar a população à defesa da democracia.
Trabalhando com estes elementos o aluno pode ter condições de perceber que a ditadura não teve condições de promover, durante toda sua vigência, uma ação totalmente repressora. Dessa forma, os velhos jargões que sintetizam erroneamente esse período de nossa história dão lugar a uma visão mais coerente. Ao mesmo tempo, os alunos podem perceber que, mesmo com a falta de outros partidos, diversas figuras políticas de diferentes orientações se uniram em torno do ideal democrático.
Por Rainer Sousa
Graduado em História

HÁ 69 ANOS O BRASIL PERDIA A FINAL DA COPA PARA O URUGUAI

Mais de 200 mil torcedores acompanhavam no recém inaugurado Maracanã a final da Copa de 1950, entre Brasil e Uruguai em 16 de julho de 1950, 65 anos atrás.
Para a seleção brasileira, que vinha de quatro vitórias 4 a 0 no México, 2 a 0 na Iugoslávia, 7 a 1 na Suécia e 6 a 1 na Espanha) e um empate (2 a 2 contra a Suíça), bastava um empate (por qualquer placar) contra os uruguaios para conquistar seu primeiro mundial.
Campeã da primeira Copa, em 1930, disputada exatamente no Uruguai, a seleção celeste absorveu bem o gol brasileiro de Friaça aos 2 minutos do segundo tempo para chegar à igualdade no placar aos 21, com Schiaffino.
Gighia, com um arremate rasteiro no canto esquerdo de Barbosa desempatou aos 34, calando a torcida brasileira.
Barbosa, ótimo goleiro do Vasco da Gama, foi massacrado pela torcida e boa parte da imprensa, sobretudo pelo segundo gol sofrido na partida, que ganhou a alcunha de “Maracanaço”, ou “Maracanazo”, em espanhol.
Não bastasse o trauma da Copa de 1950, quando o Brasil voltou a sediar o Mundial, em 2014, a Alemanha massacrou o time comandado por Luiz Felipe Scolari por 7 a 1, no Mineirão, página negra da história do futebol brasileiro que certamente nunca será esquecida, assim como a derrota frente aos uruguaios há 69 anos.

Grupo folclórico curitibano participa do maior festival de danças culturais da Europa

Pela segunda vez, o Original Einigkeit Tanzgruppe se apresenta em solo estrangeiro e participa da abertura do Europeade
O grupo folclórico curitibano de dança germânica Original Einigkeit Tanzgruppe embarca para Frankenberg, na Alemanha, a fim de se apresentar no Europeade, que acontece entre os dias 17 e 21 de julho. O Europeade é o maior festival de danças e costumes folclóricos do continente.
Esta é a segunda vez que o Tanzgruppe participa do evento, sendo também o primeiro grupo de fora da Europa aceito para dançar no festival. Além disso, devido ao destaque das apresentações no ano passado, em Portugal, este ano os curitibanos terão a oportunidade de dançar o clássico alemão Stern Polka (Polka da Estrela), na abertura, em conjunto com os demais grupos alemães.
Desde 1964, uma vez por ano, grupos folclóricos tradicionais e modernos de dança apresentam seus espetáculos em uma cidade da Europa. São mais de 180 regiões do continente representados por diferentes grupos, com cerca de 5 mil participantes e 10 mil visitantes ao ano. No ano passado, o Europeade foi realizado em Viseu, Portugal, com mais de 5 mil pessoas só na abertura do evento, considerado uma verdadeira celebração da comunidade europeia e seus costumes.
Sobre o Original Einigkeit Tanzgruppe
O grupo foi fundado em 1991, com a missão de preservar a cultura dos antepassados germânicos em Curitiba e divulgar as tradições alemãs, austríacas e suíças.  O Original Einigkeit Tanzgruppe realizou diversas apresentações de dança no Brasil e no exterior, mantendo-se sempre fiel às características e ideais propostos desde sua fundação.
Brasil Cultura

REUNIÃO DA CASA DE CULTURA DE NOVA CRUZ/RN ENCERRA-SE COM OS PARABÉNS DOS 16 ANOS DA PRIMEIRA CASA DE CULTURA DO RN, A DE NOVA CRUZ!

    Os parabéns para a casa! 16 anos! A primeira do RN
   Os parabéns para a casa! 16 anos! A primeira do RN
  Agente de Cultura, Teobanio Tavares lendo a proposta do Termo de Cooperação que será assinado entre Governo do Estado (FJA) e a Prefeitura M. de Nova Cruz/RN.
 Agente de Cultura, Teobanio Tavares lendo a proposta do Termo de Cooperação que será assinado entre Governo do Estado (FJA) e a Prefeitura M. de Nova Cruz/RN.
  Professores, artistas culturais e convidados cantando os parabéns da casa, após reunião de agenda de atividades.
Foto histórica da Inauguração da Primeira Casa de Cultura do RN - "Casa de Cultura Lauro Arruda Câmara" - Nova Cruz/RN, em 16 de julho de 2003 - Prefeito Cid Arruda Câmara ao lado da Governadora Vilma de Farias.

Ontem (16), após a reunião dos agentes de cultura, Eduardo Vasconcelos e Teobanio Tavares com artistas, diretores de escolas, secretários municipais e convidados foi "cantado os parabéns" dos 16 anos da Casa de Cultura "Lauro Arruda Câmara" - Nova Cruz/RN, lembrando que a mesma foi a Primeira a ser inaugurada no RN na administração da Governadora, Vilma de Farias, em 16 de julho de 2003.

Antes foi aprovada a agenda dos dias 08 e 09 de agosto!  Brevemente divulgaremos a PROGRAMAÇÃO de AGOSTO! Aguardem!

Participaram da reunião/aniversário, diretores de estolas, secretários/as municipais, artistas e convidados.

Coordenaram a reunião os Agentes de Cultura, Teobanio Tavares e Eduardo Vasconcelos.

Os nossos agradecimentos a todos e a todas que de forma direta ou indireta aos que colaboram para o canto dos parabéns da casa, como a SMAS, SME, Escolas Estaduais, Rosa Pignataro, Alberto Maranhão e Djalma Marinho, IFRN (prof. Arthur), CPC/RN, entre outros.