Postagem em destaque

CPC/RN PROMOVE DIA 11/12/2019 SUA III NOITE DAS HOMENAGENS NA CÂMARA DOS VEREADORES DE NOVA CRUZ/RN - CONFIRA!

Centro Potiguar de Cultura - CPC/RN - 2009/2019 " "Dandara", simbolo de luta em favor da LIBERTAÇÃO da população NEGRA!&...

sábado, 26 de outubro de 2019

PARTICIPAÇÃO POPULAR - São Paulo escolhe neste domingo integrantes do Conselho Municipal de Políticas para Mulheres

A eleição do Conselho Municipal de Mulheres ocorre no momento em que o país vive em grande retrocesso, como o aumento do feminicidio: casos de aumentaram 76%, no primeiro trimestre de 2019, em São Paulo.

Serão eleitas 15 representantes de entidades, organizações e movimentos sociais para fiscalizar as medidas voltadas à população feminina; saiba onde votar.

São Paulo – A capital paulista escolhe suas representantes para o Conselho Municipal de Políticas para Mulheres de São Paulo no próximo domingo (27). As eleitas terão um importante papel no controle social de políticas públicas e serviços voltados para a promoção da igualdade de gênero e o estimulo à participação feminina nos órgãos públicos.

Serão eleitas 15 representantes de entidades, organizações e movimentos sociais, além de 10 representantes individuais. Apenas mulheres cisgênero ou transexuais, maiores de 16 anos, e em situação regular com a Justiça Eleitoral, têm direito a voto.

 eleição do Conselho Municipal de Mulheres  ocorre no momento em que o país vive grandes retrocessos, como o aumento no número de casos de feminicídio. De acordo com o levantamento realizado pelo Grupo Globo, os casos relacionados a esse tipo de crime aumentaram 76%, no primeiro trimestre, em São Paulo, em comparação com igual período do ano anterior.

Nos primeiros três meses do ano, 37 mulheres foram vítimas de feminicídio. Em 2018, foram 21. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Denise Motta Dau, ex-secretária municipal de Políticas para as Mulheres, destaca que o pleito eleitoral do próximo domingo é importante para barrar os crescentes casos de violações contra mulheres.

“A eleição já é importante por si só, pois o conselho é uma instância de controle social e monitoramento das políticas públicas. Atualmente, temos o fechamento de serviços, de centros de atendimentos, além do alto desemprego, é fundamental que os movimentos sociais ocupem esse espaço”, afirmou, em entrevista à repórter Nahama Nunes.

O Brasil é o quinto colocado no ranking mundial de feminicídio, segundo o alto comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU). 40% das mulheres assassinadas,em casa são mortas por armas de fogo e 83% dos responsáveis são os próprios familiares.

Para a vereadora Juliana Cardoso (PT), o Conselho de Políticas para Mulheres é fundamental na cidade, pois é por meio dele que a sociedade tem espaço para cobrar pautas importantes. “Nós precisamos ocupar espaços estratégicos para a cobrança da efetivação das políticas públicas e que não se fechem serviços conquistados. O conselho é um espaço para cobrarmos a Casa da Mulher Brasileira, o orçamento da Secretaria de Direitos Humanos, por exemplo.”

Para participar do processo eleitoral é preciso ir até o local de votação, levando documento de identidade com foto, título eleitoral e comprovante de residência atualizado. Serão 19 pontos para voto em São Paulo, concentrados nas subprefeituras e repartições pertencentes à prefeitura. Clique aqui para saber o locais de votação.

Fonte: REDE BRASIL ATUAL - RBA

ANTIDEMOCRÁTICO Ministério da Educação mantém intervenção no Cefet/RJ com nova nomeação

A intervenção antidemocrática no Cefet motivou uma série de protestos do corpo acadêmico e também dos alunos.

Sem consulta à direção, governo Bolsonaro trabalha para aparelhar escola de referência com sua ideologia de extrema-direita.

Publicado por Redação RBA

São Paulo – A comunidade acadêmica do Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet-RJ) denuncia nova manobra do Ministério da Educação (MEC) para manter uma intervenção na escola. Quebrando com a tradição democrática de eleição  para diretores, o MEC, comandado por Abraham Weintraub, impôs a presença de mais um nome, o segundo desde agosto.

Foi publicado hoje (25), no Diário Oficial, o afastamento de Maurício Vieira e consequente nomeação de Marcelo Nogueira. “Consideramos um golpe à democracia da nossa instituição a nomeação. Não concordamos com a nomeação e com os processos de exoneração que há um mês têm sido feitos de forma pouco transparente e sem diálogo, e com designação inclusive de servidores externos e não capacitados”, afirmam, em carta, diretores e gerentes dos campi.

A professora Elika Takimoto critica justamente a falta de transparência no processo. “O interventor nomeado em agosto chegou aqui dizendo que ia ficar até o fim da sindicância (que nós não temos sequer acesso! Não podemos nos defender porque não sabemos do que estão nós acusando!). Antes do interventor Maurício Aires sair, ele mudou várias direções aqui dentro. Faltando um mês para o término da execução orçamentária, ele nomeou outro diretor de planejamento! Corre o risco de termos que devolver milhões do nosso orçamento.”

A intervenção antidemocrática no Cefet motivou uma série de protestos  do corpo acadêmico e também dos alunos. A justificativa para a ação autoritária estaria no aparelhamento do centro pelo governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL). “Por que trocaram toda a administração? Por que Aires, o primeiro interventor escolhido, aparelhou o Cefet e se mandou daqui deixando no lugar o Nogueira que está totalmente alinhado com chapa perdedora?”, questionou a professora.

Por fim, o corpo acadêmico exige o retorno da normalidade democrática. “Nós, diretores e gerentes dos campi, repudiamos o prosseguimento desta intervenção, embalado numa sindicância que corre em sigilo. Não aceitamos a entrada de um grupo, que não ganhou no voto, na Direção Geral do Cefet.”

Fonte: REDE BRASIL ATUAL

Domingos Brazão “arquitetou homicídio” de Marielle Franco, aponta PGR

Foto: Mídia Ninja
Brazão estaria entre os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e teria atuado para impedir a solução do crime.
Em denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-deputado estadual (MDB-RJ) e conselheiro afastado do TCE-RJ, Domingos Brazão, é apontado como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), morta em março de 2018.
“Domingos Brazão arquitetou o homicídio da vereadora Marielle Franco e visando manter-se impune, esquematizou a difusão de notícia falsa sobre os responsáveis pelo homicídio”, diz a denúncia assinada pela ex-PGR Raquel Dodge, obtida com exclusividade pelo UOL.
A denúncia aponta ainda uma estratégia para encobrir os mandantes. “Fazia parte da estratégia que alguém prestasse falso testemunho sobre a autoria do crime e a notícia falsa chegasse à Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, desviando o curso da investigação em andamento e afastando a linha investigativa que pudesse identificá-lo como mentor intelectual dos crimes de homicídio”, diz.
Segundo depoimento do miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, a morte da vereadora foi planejada em uma reunião na qual estavam quatro pessoas: ele; o major da PM Ronald Paulo Alves Pereira, ligado à milícia “Escritório do Crime” e condecorado pelo então deputado estadual Flávio Bolsonaro em 2004; subtenente da PM Antonio João Vieira Lázaro, assessor de Brazão e integrante da Coordenadoria Institucional de Segurança da Assembleia Legislativa do RJ (ALERJ); e Hélio Paulo Ferreira, conhecido como o “Senhor das Armas”.
Fonte: Revista Fórum

MAIOR FESTIVAL DE GASTRONOMIA OCUPA MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA ATÉ DOMINGO

O Memorial da América Latina recebe até domingo (27), dezenas de chefs renomados, restaurantes, produtores e fãs da gastronomia para uma programação de oficinas, aulas, degustações, shows, atividades para crianças e adultos e muitas opções gastronômicas. O SP Gastronomia, maior iniciativa voltada ao setor já realizada no país, promovida pelo Governo do Estado, reúne o evento Mesa SP, as feiras Feito em São Paulo e Farofa do Brasil, o programa Empreenda Rápido Gastronomia e muitas outras atividades que estimulam o empreendedorismo e as oportunidades no segmento e valorizam e promovem a culinária das 16 macrorregiões de São Paulo.
“O SP Gastronomia está diretamente vinculado à geração de empregos, de oportunidades e de apoio ao empreendedorismo. É um programa de economia criativa voltado à geração de renda e estímulo a uma cultura que é muito forte no Estado de São Paulo”, destaca o Governador João Doria.
“O objetivo do Governo do Estado ao realizar o SP Gastronomia é celebrar a identidade, a potência e a diversidade da gastronomia de São Paulo, envolvendo o conjunto de produtores, de chefs, de restaurantes e também de todos os cidadãos amantes da gastronomia”, afirma o Secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão.
A primeira edição do SP Gastronomia promove um calendário com mais de 200 atividades relacionadas ao segmento pelo Estado, estabelecendo outubro como o Mês da Gastronomia. No Memorial, serão dezenas de atividades acontecendo simultaneamente entre os dias 24 e 27 de outubro. Confira as atrações:
Arena SP Gastronomia
Com acesso totalmente gratuito, o Governo do Estado promove aulas de culinária, batalhas gastronômicas, cursos, happy hours e palestras sobre turismo, alimentação saudável, agricultura e meio ambiente em um espaço especial com área para descanso, alimentação e apresentação de conteúdos. Na quinta-feira (24), o Secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão fará uma fala de boas-vindas e receberá o público e convidados às 18h30 na Arena SP Gastronomia. A Nestlé promove, todos os dias, às 11h30 e às 16h, uma aula de culinária com apresentação de plataforma voltada à gastronomia. Na sexta (25), o Secretário entrega os certificados dos vencedores da competição Feito em São Paulo, às 12h30. No domingo (27), às 15h30, Marcela Moro fala sobre “Experiências Turísticas Gastronômicas”, e às 17h30, será lançado o livro “Lancheira Saudável”, do Codeagro.
Feito em São Paulo
Após um mês de disputas realizadas pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa e a Prazeres da Mesa em 15 macrorregiões do Estado, o festival Feito em São Paulo, primeira competição destinada à valorização da cozinha regional paulista, chega a sua etapa final. Entre os dias 24 e 27 de outubro, o Memorial da América Latina recebe os 30 restaurantes e 30 produtores vencedores de cada etapa, que irão expor e vender suas produções ao público.
Empreenda Rápido Gastronomia
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico realiza, em parceria com o Sebrae-SP, mutirão de serviços que vai oferecer qualificação empreendedora e técnica, financiamento, microcrédito e formalização de empresas para empreendedores do setor gastronômico e interessados.
Mesa Tendências
Maior congresso da América Latina que reúne nomes estrelados da gastronomia mundial para debater o setor através da abordagem de tópicos atuais. Em 2019, o programa vai contar com a participação de nomes nacionais, como Alex Atala (D.O.M, Dalva e Dito, Bio e Instituto ATÁ), Bela Gil (Bela Cozinha e Vida mais Bela – GNT), Erick Jacquin (Jurado do Master Chef Brasil) e Janaína e Jefferson Rueda (A Casa do Porco Bar) e internacionais como Jaime Camacho (Celele | Colômbia), Alvaro Clavijo (El Chato | Colômbia), Carlo Petrini (Slow Food | Itália) e Bruce Friederich (The Good Food Institute | EUA).
Mesa Ao Vivo
Espaço com cozinhas e salas para degustação e aulas práticas de cozinha, panificação e confeitaria e degustações de vinhos, cervejas, cachaça, gin, chás e café conduzidas por profissionais brasileiros renomados. Os participantes montam sua grade de aulas optando pelos mais diversos temas.
Festival Farofa do Brasil
Feira que reúne produtores de diversos lugares do Brasil expondo seus produtos, além de uma série de atrações de música, dança, cultura e gastronomia.
Farofinha do Brasil
Espaço com programação direcionada ao público infantil, com atividades sobre o tema alimentação especialmente pensadas para os pequenos.
Brasa na Mesa
Programação completamente voltada ao preparo de carnes, com aulas de desossa, charcutaria, cortes, defumação e outros assuntos desse universo, ministradas por especialistas no assunto.
Mesa Viva
Programação de aulas exclusivamente voltadas para as cozinhas vegana e vegetariana, com profissionais que lidam com esta culinária em suas rotinas e restaurantes compartilhando seus conhecimentos. Personalidades renomadas no assunto, como o chef norte-americano Matthew Kenney – especialista em uma culinária baseada em vegetais – têm presença garantida.
Mesa Vinhos
Profissionais especializados no tema, como Pablo Ugarte, diretor do concurso de vinhos Catad’Or Chile, e Paulo Laureano, enólogo de Portugal, conduzem degustações e palestras sobre vinhos, em uma rica experiência em torno da bebida.
Espaço Colmeia
Rodas de debate, painéis e palestras sobre temas diversos relacionados a gestão da gastronomia, encabeçadas pelos principais expoentes dos respectivos assuntos, além dos Consultórios da Escola de Gestão em Negócios da Gastronomia (EGG), com mentorias individuais dos professores para pessoas que querem começar ou melhorar seus empreendimentos gastronômicos.
FLIG – Feira Literária de Gastronomia
Feira inédita de livros de gastronomia a preços promocionais com sessões de autógrafos de chefs autores e Sarau Poético Gastronômico com leituras de poesias de nomes como Carlos Drummond de Andrade, Pablo Neruda, Cora Coralina e Fernando Pessoa declamadas pelos chefs Daniele Dahoui, Angelica Vitali, Carole Creme, Ivan Aschar e André Boccato.
Espaço SEBRAE
Espaço aberto e gratuito de palestras e workshops sobre temas que vão de receitas a assuntos técnicos, além de rodadas de negócio com programação feita pelo SEBRAE.
Exposições
O Memorial da América Latina recebe duas exposições fotográficas. Uma delas, com o tema “menus históricos” e curadoria de André Bocatto, apresenta mais de 30 painéis que reproduzem, de forma ampliada, os menus de duas coleções: a principal de D. Pedro II, com 1200 peças originais da Biblioteca Nacional, e a de Bocatto, com cerca de 60 originais da Belle Époque, de Paris. A outra, realizada pela 3 Corações, reúne fotografias relacionadas ao café feitas pelo fotógrafo Sergio Coimbra.

Potencial econômico
O setor gastronômico gera um impacto econômico anual de R$ 53 bilhões em todo o estado de São Paulo e responde por 780 mil postos de trabalho. São 200 mil restaurantes e bares, 52 tipos diferentes de culinária e centenas de pratos e produtos típicos.
São Paulo abriga ainda três dos 100 melhores restaurantes do mundo – entre eles D.O.M., Maní e A Casa do Porco, todos na capital – e onze dos 18 estabelecimentos brasileiros estrelados no Guia Michelin.
“Vamos impulsionar esse setor para que ele impacte ainda mais o desenvolvimento e seja reconhecido dentro e fora do Brasil, a fim de atrair mais turismo e empregos pelo viés da gastronomia. É um programa que impacta positivamente diversas áreas”, disse o Secretário Sérgio Sá Leitão.
SERVIÇO
*programação completa no site spgastronomia.sp.gov.br (sujeita a alterações)
Arena SP Gastronomia
Data: de 24/10 a 27/10
Horário: 11h às 20h
Entrada: Gratuita
Local: Memorial da América Latina – Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 Barra Funda | São Paulo