Postagem em destaque

CPC/RN PROMOVE DIA 11/12/2019 SUA III NOITE DAS HOMENAGENS NA CÂMARA DOS VEREADORES DE NOVA CRUZ/RN - CONFIRA!

Centro Potiguar de Cultura - CPC/RN - 2009/2019 " "Dandara", simbolo de luta em favor da LIBERTAÇÃO da população NEGRA!&...

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

O MODO DE VIDA DAS COMUNIDADES QUILOMBOLA ESTÁ AMEAÇADO!





A roça tradicional é fundamental para os quilombolas do Vale do Ribeira. Com esse tipo de plantio, eles garantem sua cultura viva, alimento saudável e a conservação da Mata Atlântica. Mas hoje eles dependem de uma autorização do Governo de São Paulo para preparar a plantação e essa liberação têm atrasado todos os anos. 



Com a demora, os quilombolas perdem a hora certa de plantar e deixam de fazer suas roças, ameaçando seu modo de vida!



O Governo do Estado precisa emitir as autorizações no tempo correto e respeitar o plantio tradicional dos quilombolas. Pressione agora mesmo:



No Vale do Ribeira (SP), o sistema de roças de coivara garante a sobrevivência dos quilombolas e a conservação da Mata Atlântica na região há mais de 200 anos. Esse sistema de cultivo usa o conhecimento da floresta para uma produção orgânica e sustentável, a partir do manejo de fogo e da regeneração das matas. 



Pesquisas científicas mostram que as roças contribuem para a manter a floresta em pé; não à toa, é no Vale do Ribeira que estão os maiores trechos de Mata Atlântica preservados no Estado de São Paulo. Além disso, leis federais asseguram o direito dessas comunidades à realização desses cultivos. 




Agora, esse sistema, que utiliza o manejo do fogo, das capoeiras e promove a regeneração das matas, está em risco: o governo do Estado de São Paulo está dificultando o processo de autorização de corte de vegetação para a realização das roças, o que inviabiliza o modo de vida tradicional quilombola.



As roças garantem uma alimentação saudável, sem agrotóxicos, não só para os quilombolas, mas também para os moradores das cidades - até mesmo na merenda escolar. Isso é segurança alimentar.




Impedir as roças não é só ameaçar todo o modo de vida e a cultura quilombolas: é dificultar a produção de alimentos orgânicos e impedir a conservação da Mata Atlântica. 



Vamos pressionar o governo do Estado a respeitar o plantio tradicional dos quilombolas e a emitir a autorização das roças no prazo certo. Faça a sua parte e assine a petição:



Fonte: peticoes.socioambiental.org

Em mês de conscientização sobre o câncer de próstata, ADURN-Sindicato alerta para a importância dos exames de rotina

Novembro Azul
Passado o Outubro Rosa, que pretende alertar a respeito da prevenção ao câncer de mama, o mês de novembro é dedicado a conscientização dos homens sobre o câncer de próstata, por meio da campanha mundial intitulada Novembro Azul.
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, um homem morre a cada 38 minutos em virtude da doença. O INCA também aponta que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, e o Ministério da Saúde calcula que ele causa a morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas no Brasil.
Como na maioria dos casos o câncer de próstata se instala de forma silenciosa, o ADURN-Sindicato alerta para a realização de exames de rotina em homens a partir dos 50 anos. Esse cuidado é de extrema importância para que se faça um possível diagnóstico a tempo de se fazer um tratamento adequado.
Em Natal, desde o mês de outubro diversas ações de promoção da saúde voltadas para os homens estão sendo realizadas pelo SESC em parceria com a Prefeitura de Natal, a programação das atividades, que incluem mutirões de consultas urológicas, pode ser consultada no site da Prefeitura de Natal
Origem do movimento
Em 2003 um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro - mês em que é celebrado o o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata - como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade.
Naquele ano a campanha, que recebeu o nome de “Movember” foi aderida por 30 amigos, mas anos mais tarde além de mobilizar o país, chegou em países como Áustria, Bélgica, Canadá, República Tcheca, Dinamarca, França, Hong Kong, Alemanha, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Singapura, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos, arrecadando quase 6 milhões de dólares para programas de saúde masculina, saúde mental, prevenção de suicídio, câncer de próstata e de testículo.
No Brasil as ações de conscientização sobre o câncer de próstata se popularizaram em 2008 por meio do Instituto Lado a Lado pela Vida, que promoveu a campanha “Um Toque, Um Drible”. O objetivo era promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao médico e trazer mais informação sobre a doença.
A partir de 2012, inspirados pelo Movember, o instituto passou a promover durante todo o mês de novembro ações focadas na saúde do homem, nascendo assim o Novembro Azul.

Fonte: ADURN

ANDES-SN contra o Fascismo

Nacional
Entidades ligadas à educação preparam mobilização
O ANDES-SN, a Fasubra, o Sinasefe e a União Nacional dos Estudantes (UNE) se reuniram na manhã desta quinta-feira (1º) em Brasília (DF) para debater os recentes ataques à educação e organizar as formas de resistência. Na pauta da reunião também esteve o debate sobre a possibilidade, levantada na imprensa pelo vice-presidente eleito General Mourão, de transferir as universidades federais do Ministério da Educação (MEC) para o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).
Votação do STF indica posição contrária ao 'Escola Sem Partido'
As manifestações dos ministros do Supremo Tribunal Federal em defesa da liberdade de ensino, pesquisa e aprendizagem e da autonomia universitária apontam como os magistrados podem se posicionar em relação ao Projeto Escola Sem Partido.
STF condena ações que ferem autonomia universitária e liberdade de expressão
Nessa quarta-feira (31), os ministros do Supremo Tribunal Federal referendaram, por unanimidade, a liminar concedida pela Ministra Cármen Lúcia, que suspendeu atos do Poder Público autorizando a busca e apreensão de materiais de campanha eleitoral em universidades e proibindo aulas com temática eleitoral e reuniões e assembleias de natureza política.
Bolsonaro quer tipificar movimentos sociais como terroristas
O Presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), declarou à imprensa que pretende tipificar movimentos sociais como organizações terroristas. Ele classificou o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) como terroristas.
STF se posiciona em defesa da liberdade de cátedra e da autonomia universitária
O Supremo Tribunal Federal (STF) se posicionou enfaticamente a favor da liberdade de expressão, da autonomia universitária e da liberdade de cátedra. O posicionamento se deu durante o julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 548, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (31) e foi o único tema apreciado pelo plenário da Suprema Corte.
Votação do projeto da Escola sem Partido em comissão é adiada
A votação em comissão especial do Projeto de Lei (PL) 7180/14, da Escola Sem Partido, foi adiada na tarde desta quarta (31). O adiamento foi anunciado pelo presidente da comissão, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), devido ao início da Ordem do Dia do Plenário da Câmara. Nova reunião será convocada para a próxima semana, mas ainda há a possibilidade de um pedido de vista adiar novamente a votação.
Prioridade de Bolsonaro é aprovar Reforma da Previdência ainda em 2018
Dois dias depois da eleição, Jair Bolsonaro afirma que sua prioridade é aprovar a Reforma da Previdência de Michel Temer. Detalhe, ele quer que a aprovação ocorra ainda este ano. Em entrevista à TV Record, Bolsonaro afirmou: “Buscaremos junto ao presidente Michel Temer aprovar alguma coisa, uma parte da Reforma da Previdência que está sendo proposta, porque evitaria problemas para o futuro governo, que no caso seria o meu”.
PL do “Escola sem Partido” tem votação agendada para esta quarta (31)
O Projeto de Lei (PL) 7180/2014, conhecido como “Escola Sem Partido” deve ir à votação nesta quarta-feira (31), na comissão especial da Câmara dos Deputados. Uma reunião foi convocada para às 14h30, para deliberar sobre o parecer do relator, deputado Flavinho (PSC-SP). Tramitando em caráter conclusivo, caso aprovado, o PL será enviado diretamente ao Senado.
Nesta quarta (31), STF aprecia ação que impediu intervenções nas universidades
Nesta quarta-feira (31), o Supremo Tribunal Federal (STF) analisará a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 548. Apresentada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a ação questiona as intervenções políticas nas universidades realizadas na semana passada.
Deputada eleita incita estudantes a perseguirem professores em SC
Em Santa Catarina, a deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL) está incitando estudantes a perseguirem docentes que discutirem as eleições em sala de aula. Após a divulgação dos resultados do segundo turno, Ana solicitou aos estudantes que gravassem os professores em sala de aula e que a enviassem vídeos com “manifestações ideológicas”.
STF suspende ações arbitrárias nas universidades
A ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar suspendendo atos judiciais e administrativos em universidades contra a livre manifestação de pensamento. A decisão, em caráter de urgência, busca evitar que as ações de censura e perseguição a docentes e alunos, realizadas nos últimos dias, se multipliquem. Enviada ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, a medida cautelar poderá ser submetida ao plenário.
Órgão do MPF divulga nota contra censura às universidades
A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal (MPF), divulgou nota pública na qual reafirma os direitos constitucionais da comunidade acadêmica das universidades brasileiras. Para a PFDC conceber debates sobre o fascismo como propaganda eleitoral “transborda os limites da razoabilidade” e conceber que o repúdio ao fascismo represente apoio a determinada candidatura seria admitir que a Constituição endossaria tal forma de regime.
Entidades da Educação divulgam carta aberta à sociedade e à comunidade acadêmica
ANDES-SN, Fasubra, Sinasefe, Une, Fenet e Anpg divulgaram, nesta sexta-feira (26), uma carta aberta à sociedade brasileira e à comunidade acadêmica para denunciar os ataques contra a Universidade Pública Brasileira, orquestrados por meio de ações da Justiça Eleitoral, que em alguns casos foram acompanhadas pela Polícia Militar ou Polícia Federal.
DPU-RJ recomenda que reitores garantam livre expressão nas universidades
A Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro (DPU-RJ) divulgou, na quarta (24), recomendação administrativa para que os reitores de instituições de ensino superior garantam a liberdade de expressão. A recomendação se dá em meio a um processo de ataques que universidades e sindicatos estão sofrendo pelo simples fato de debaterem e defenderem a democracia.
Na Paraíba, PF apreende panfleto que defendia democracia e universidade pública
“Nós, docentes da Universidade Federal de Campina Grande, diante das ameaças que estão colocadas para toda a sociedade brasileira, as quais atacam diretamente os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, colocando em riscos nossas lutas, nossas conquistas históricas e as nossas liberdades democráticas, nos manifestamos em defesa da Universidade Pública e Gratuita”.
Em todo o país, universidades são alvo de ações policiais e da Justiça Eleitoral
Nas últimas 72 horas, universidades e sindicatos de docentes, em todo o país, sofreram com ações de policiais e da Justiça Eleitoral. Foram casos coação e perseguição por atividades em defesa da democracia. Até o momento, a reportagem apurou que, em todo Brasil, 18 instituições de ensino e ao menos três sindicatos de docentes foram censurados ou sofreram alguma coação pela Justiça Eleitoral.

Paçoca do Nordeste


A Paçoca de Pilão é uma herança da culinária Nordestina e um dos principais pratos da culinária brasileira.
1 quilo de carne de sol magra
½ xícara de manteiga (de preferência, manteiga da terra)
1 cebola roxa / branca picada
1 xícara de farinha de mandioca
Óleo para fritar a carne
Coentro e cebolinha para servir

Colocar a carne de molho em água, trocando-a de vez em quando para tirar o sal. Assar na brasa ou então fritar no óleo. Deixar esfriar a carne. Colocar a carne, em pequenas porções, no processador com a farinha. Após processar toda a carne, levar ao fogo novamente com cebola e manteiga. Na hora de servir, colocar em uma travessa grande e decorar com coentro e cebolinha a gosto.
Fonte: Portal BRASIL CULTURA

Carne de sol na manteiga de garrafa

Típica do nordeste brasileiro, a carne de sol, denominada também carne de vento e carne do sertão, é um método de conservar alimentos de origem animal salgando-se e secando-se, em local coberto e bem ventilado, peças de carne, em geral bovina. Apesar do nome, em geral, não vai ao sol.

Ingredientes (porção individual):

  • 200g carne de sol
  • 50g cebola fatiada
  • 80g manteiga de garrafa
  • 200g feijão de corda debulhado
  • 400ml leite integral (demolhar a carne)
  • 80g farinha de mandioca

Modo de preparo:

FRITAR A CARNE:
Despeje um fio de manteiga de garrafa na panela de ferro e frite a carne até dourar, a carne já está cozida por dentro pelo efeito do sal. (não precisa fritar muito) em seguida frite as cebolas em rodelas largas para acompanhar a carne.
(A carne também poderá ser assada na grelha ou forno, porém, ficará mais saborosa frita na manteiga de garrafa.
Na mesma panela suar a cebola fatiada para servir com a carne.
Servir a carne com a cebola, acompanhada de feijão verde e farofa.
Cozinhar o feijão verde em água até macio, escorrer e reservar.
Aquecer um pouco de manteiga (20g) de garrafa refogar a cebola picada, acrescentar o feijão após a cebola estar macia, ajustar o sal e servir.
Aquecer um pouco de manteiga de garrafa (20g) acrescentar a farinha deixar cozinhar um pouco, ajustar o sal e servir.

Turismo prorroga prazo para inscrição em cursos de qualificação online

O Ministério do Turismo prorrogou os prazos de inscrição e de conclusão dos dois cursos qualificação profissional a distância de suas plataformas de ensino. Com a medida, os interessados em aperfeiçoar seus conhecimentos sobre temas relacionados ao turismo poderão se cadastrar nos canais Brasil Braços Abertos (BBA) e Gestor de Turismo até 30 de novembro de 2018.
Para ambos os cursos, que são gratuitos e totalmente online, o prazo de conclusão foi estendido para o dia 17 de fevereiro de 2019. O curso de Atendimento ao Turista do BBA é destinado a maiores de 15 anos com qualquer nível de escolaridade. Já o canal Gestor de Turismo, para maiores de 18 anos, tem como público preferencial os gestores públicos e privados de qualquer atividade do setor.
“Em função das limitações para divulgação de ações de governo durante o período eleitoral, tivemos pouco tempo para a articulação, mobilização do público-alvo e divulgação dos cursos. Por isso, vamos prorrogar o prazo de inscrição para atender o maior número possível de interessados”, justifica o secretário nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Bob Santos.
BRASIL BRAÇOS ABERTOS – As inscrições, que são gratuitas, podem ser realizadas no site do programa brasilbracosabertos.turismo.gov.br. O curso a distância, de 80 horas, é destinado a brasileiros e estrangeiros e pode ser acessado por meio de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphone, tablet ou computador. O próprio aluno emite certificado, que vale como curso de extensão.
CURSO GESTOR DE TURISMO – O curso de 50 horas é totalmente online e gratuito, abrangendo os seguintes temas: Planejamento, Legislação sobre Turismo e Contratações, Elaboração de Projetos e Programas e Ações do MTur. É dividido em 35 unidades e o aluno poderá acessar por meio de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphone, tablet ou computador. O próprio aluno emite certificado, que vale como curso profissionalizante. Para inscrição, acesse gestor.turismo.gov.br.
Portal BRASIL CULTURA