Postagem em destaque

GRUPO DE CAPOEIRA CORDÃO DE OURO-NOVA CRUZ/RN REALIZOU O BATIZADO E TROCA DE CORDA FECHANDO COM CHAVE DE OURO! CONFIRAM!!!

FINAL - FOTO HISTÓRICA  - GRUPO DE CAPOEIRA CORDÃO DE OURO MOMENTO DO "ESQUENTE"  MOMENTOS DECISIVOS - MUITA CONCENTRAÇ...

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

NOVA CRUZ/RN ACORDA DE LUTO!

A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos e close-up
Targino Pereiro - Líder político da Região do Agreste Potiguar

Nova Cruz/RN acorda hoje (8) de LUTO! Faleceu ontem (7) em Natal um dos maiores políticos da Região do Agreste Potiguar, TARGINO PEREIRA! Prefeito de Nova Cruz por dois mandatos.

Para o Centro Potiguar de Cultura - CPC/RN é uma perda irreparável! Targino Pereira foi quem recentemente sancionou a Lei de Reconhecimento de Utilidade Pública do Centro Potiguar de Cultura - CPC/RN e recentemente tinha sido homenageado pelo instituição com o Diploma de Honra ao Mérito na II Noite da Homenagens, ocorrida dia 30/12/2018 no Plenário da Câmara Municipal de Nova Cruz/RN.

Para o presidente do CPC/RN, Eduardo Vasconcelos Nova Cruz perde um dos maiores agentes políticos de toda a sua história política. "Não é a Nação Bacurau" que perde e sim todo o Rio Grande do Norte!

Segundo últimas informações seu corpo será velado hoje (8) no Ginásio Esportivo de Nova Cruz e em seguida seu corpo seguirá para o Cemitério da Comunidade de Primeira Lagoa no município de Nova Cruz/RN.

'PRIMEIRO ATO' MPL protesta contra o aumento da passagem na próxima quinta em SP

Movimento Passe Livre 2019
"Quem paga a conta da crise somos nós que somos impedidos de circular pela cidade, diz a nota do MPL"
Manifestação está marcada para as 17h, na Praça Ramos de Azevedo, no centro da capital.
São Paulo – O Movimento Passe Livre (MPL) realiza, na próxima quinta-feira (10), um protesto contra o reajuste no valor da tarifa do transporte público em São Paulo. O ato está marcado para as 17h, na Praça Ramos de Azevedo, no centro da capital.
aumento para os ônibus foi anunciado em 29 de dezembro pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) e já vale a partir desta segunda-feira (7). No último dia 3, o governador João Doria (PSDB) anunciou o reajuste para trens e metrô, que entra em vigor no dia 13. A passagem aumentou de R$ 4 para R$ 4,30 – um percentual de 7,5%, ante uma inflação estimada em cerca de 3,5% para 2018. 
"Nenhum aumento de tarifa é justo! E com o reajuste do salário mínimo (abaixo da inflação) e a reforma trabalhista a tarifa vai pesar ainda mais no bolso do trabalhador!", critica o movimento.
Segundo o evento no Facebook, cerca de seis mil pessoas estão confirmadas para comparecer no ato e mais 16 mil, possuem "interesse" em participar.
A integração entre ônibus e trens também aumenta nessa porcentagem, passando a custar R$ 7,48 a partir do próximo dia 13. Para as empresas que fornecem vale-transporte aos empregados, o valor a ser pago passará a ser de R$ 4,57. "Quem paga a conta da crise somos nós que, além de arcar com o desemprego e o aumento do custo de vida, somos impedidos de circular pela cidade", acrescenta o Passe Livre.
Fonte RBA - REDE BRASIL ATUAL

LACUNAS Bolsonaro corre atrás de médicos cubanos que ficaram no Brasil



médicos cubanos
Fim da parceria com Cuba defasou Brasil em mais de 8 mil médicos


Depois de eleito, presidente disse que "expulsaria" os profissionais do Brasil. Ao não conseguir preencher vagas do Mais Médicos, governo recorre a profissionais que ficaram no país.
São Paulo – Após declarações ofensivas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que levaram o governo de Cuba a chamar de volta mais de 8 mil médicos que atuavam no Brasil pelo programa Mais Médicos, o governo decidiu pedir ajuda aos cubanos. A pediatra Mayra Pinheiro, que atua na pasta da Saúde de Bolsonaro, enviou mensagens amigáveis aos cubanos que ficaram no Brasil orientando que preencham formulários e participem de cursos preparatórios para submetê-los a uma prova, o Revalida. Na mensagem, Mayra – que ficou famosa depois de uma foto sua hostilizando cubanos ganhar as redes e vai coordenar o programa que substituirá o Mais Médicos – chama os cubanos de "colegas" e "irmãos" e afirma que o programa continuará com outro nome: "Mais Saúde". 
Depois da fala desastrosa de Bolsonaro, o então presidente Michel Temer (MDB) publicou editais para tentar preencher as vagas. Entretanto, diversos locais ainda sofrem com a ausência dos profissionais.
A adesão insuficiente em um primeiro edital fez com que o governo fizesse um segundo chamado. Prevendo buracos, o governo Bolsonaro – que chegou a dizer que iria "expulsar" os médicos cubanos – agora corre atrás dos profissionais que não voltaram para a ilha para tentar reintegrá-los ao programa. 

Situação atual

Inicialmente, foram abertas 8.517 vagas. No primeiro edital, restaram ser preenchidas 2.448, ou 28% do total. No segundo chamado, foram abertas 2.549 vagas em 1.197 municípios e 34 regiões indígenas. 1.707 profissionais registraram interesse e eles devem se apresentar nos locais de trabalho a partir de hoje (7), até quinta-feira (10).
Após este período, haverá uma reavaliação de quantas vagas ainda restarão. Então, brasileiros formados no exterior poderão manifestar interesse e, por fim, será a vez dos estrangeiros. Nessa última etapa entrariam os cubanos interessados. 
Fonte:Rede Brasil Atual